Você está aqui: Página Inicial / Sala de Imprensa / NOTÍCIAS CRA-RR / Brasil ainda é campeão em desigualdade

Brasil ainda é campeão em desigualdade

por assessoria de comunicação publicado 17/04/2018 00h00, última modificação 24/05/2018 16h28
Estudo revela que o problema cresceu em quatro regiões do país. Assunto será um dos destaques do Fórum CFA de Gestão Pública.

 A desigualdade é um dos problemas do Brasil que ainda está longe de ser resolvido. É o que revela a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua divulgado, no último dia 11 de abril, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o último levantamento, a desigualdade aumentou em quatro das cinco grandes regiões do país, na passagem de 2016 para 2017.

A pesquisa considera o rendimento de todas as fontes como trabalho, pensão, previdência, aluguéis, entre outros. Enquanto a desigualdade recuou na região Sudeste, com a queda da renda das pessoas mais ricas, nas demais regiões como o Nordeste, ela cresceu.

Para diminuir essa desigualdade, o documento Desafios de uma Nação, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), propõe que o país triplique o ritmo de expansão de sua produtividade e dobrar a participação do investimento em infraestrutura para que a renda per capita do brasileiro dobre nos próximos 30 anos.

Caso o Brasil apenas mantenha a sua estabilidade econômica sem reformas, estímulos e melhorias de governança, a renda per capita cresceria em 38,3% até 2050. Entretanto, se o país tomar uma postura mais proativa, implantando medidas para aumentar a produtividade, o crescimento do produto per capita subiria para 101,5%  no mesmo período.

Todas essas medidas para diminuir a desigualdade e fazer o país crescer passam pela gestão pública. Esse assunto, inclusive, está na pauta do Fórum CFA de Gestão Pública (Fogesp), evento que o Conselho Federal de Administração (CFA) realizará de 6 a 8 de junho, em Brasília.

O Fórum reunirá  gestores públicos de todas as esferas – federal, estadual e municipal – que estão ocupando cargos estratégicos, gerenciais ou operacionais, profissionais de Administração, profissionais de outras áreas e estudantes para discutir temas ligados à gestão pública não só para superar as contingências do presente, mas também para construir uma plataforma para o futuro.

Desigualdade em pauta – Um dos temas de destaque do Fogesp é a desigualdade. Na palestra “Gestão da desigualdade no Brasil: um problema de decisão inadiável”, o assunto será amplamente discutido com especialistas no assunto.

Para o coordenador temático do Fórum CFA de Gestão Pública, Luiz Augusto Costa Leite, não custa tanto reduzir a desigualdade face os benefícios que a coletividade receberá. “Só o Estado tem força para tanto, abandonando o caráter imediatista e assistencialista e assumindo uma feição promotora, descentralizadora e facilitadora do bem-estar social. Enquanto isso não acontecer, continuaremos no fim da fila da dignidade humana”, diz.

Além da dimensão diretamente econômica em renda e emprego, o cidadão que tiver suas necessidades atendidas pensará melhor, votará melhor, se comunicará melhor, trabalhará melhor e liberará seus potenciais de realização. De acordo com Luiz Augusto, o agente público não deve ser curvar à visão particularista dos diferentes matizes ideológicos, mas promover uma sinergia institucional superior ao tamanho do problema. “Gestão que dá certo é a que acolhe a participação da sociedade”, afirma.

Fórum CFA de Gestão Pública – Interessados em participar do Fórum CFA de Gestão Pública podem se inscrever no site www.fogesp.org.br. Faltam poucos dias para encerrar o primeiro lote de inscrições com valores especiais: R$ 190,00 para profissionais de Administração registrados nos CRAs; R$ 290,00 para servidores públicos; R$ 390,00 para outros profissionais; e R$ 90,00 para estudantes. Valores referentes a meia entrada.

 

Fórum CFA de Gestão Pública

Quando: De 6 a 8 de junho de 2018

Local: Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília-DF

Realização: Conselho Federal de Administração

Mais informações no site www.fogesp.org.br

 

 

fonte: Assessoria de comunicação do CFA.

 

Publicações